[Ressaca do Adeus e outras cronicas - Gabriel Cassar]

Ressaca do Adeus e outras cronicas - Gabriel Cassar

"O ser humano morre sim, mas aos poucos, ao longo da vida."

Na resenha de hoje vou ser bastante breve e não vou ficar enrolando, quando eu comecei a leitura de Ressaca do Adeus, eu não esperava me surpreender tanto página após página, sabe aquelas crônicas que mexem com o psicológico do leitor?! Então... Com esse livro não foi diferente, chega ser engraçado, mas sempre que eu terminava uma crônica era impossível não ficar pensando nela o dia inteiro.

Confesso que nesse livro você vai encontrar um pouco de tudo, a forma que o autor descreve as sensações de alguns personagens e ate mesmo os sentimentos é incrível, você acaba vivendo tudo que esta escrito em cada página e acho que esse ponto é o que torna o livro mágico.

Entre as crônicas tiveram algumas que se tornaram as minhas preferidas, a primeira se chama "As mortes que morri" nela fala um pouco sobre o ser humano e como ele morre aos poucos sem perceber, fiquei com ela na cabeça pelo simples fato de que tudo aquilo escrito, apenas descrevia a realidade de todo mundo, temos tanto medo da morte que mal percebemos que aos pouquinhos ela esta no nosso dia a dia, a gente tenta não se arriscar mas mal imagina, que a morte já faz parte da vida.

"A pior doença do mundo te faz levantar, olhar no espelho e não ver nada".

A segunda crônica que me deixou bem emotiva foi "A pior doença do mundo",  não sei se estou certa, mas acho que o autor quis retratar sobre a depressão, quando mais nova eu sofri bastante com essa doença e não vou mentir dizendo que hoje estou ótima, mas ao ler essa crônica a única reação que eu tive, foi como se o Gabriel descrevesse o que eu sentia e sinto as vezes, é meio complicado tocar nesse assunto mas acho que essa foi uma das crônicas que mais me impactou. PS ( Não tenho muito certeza se realmente a crônica fala sobre depressão, eu apenas assimilei as coisas).

A terceira foi bem no início do livro ela se chama "A maldição dos insones" digamos que foi outra crônica que me descreveu, quem sofre de insônia sabe que não é nada fácil ficar noites e noites acordada sem ter um pingo de sono, o Gabriel soube descrever os sintomas e as sensações de uma pessoa que sofre de insônia, acho que qualquer pessoa que ler vai se identificar de primeira, pra ser sincera eu já me sinto um zumbi, faz tempo que não sei o que significa dormir.

Eu poderia passar o dia inteiro falando de todas as crônicas, mas prefiro falar somente das que mexeram com meu emocional, realmente esse foi um livro mágico que mexeu bastante comigo, eu penso que a partir do momento em que o autor toca o leitor com sua escrita, ele acaba sendo merecedor de tudo aquilo ao seu redor, com o Gabriel não poderia ser diferente, ele tem um talento absurdo e sabe muito bem descrever tudo ao nosso redor.

Sobre a diagramação do livro, mais uma vez sou suspeita pra falar, pois a Editora Chiado é a minha preferida e todos seus livros publicados são maravilhosos, então não tenho o que reclamar, o livro é um pouco grosso, da pra ser lido em 2 dias no máximo, mas eu recomendo pra lerem ele em mais dias, pois em cada crônica vai ser preciso saber apreciar o que está escrito.

Eu recomendo esse livro para adolescentes e adultos, acho que eles deveriam ler e aprender um pouco com a Ressaca do Adeus. Gabriel mais uma vez gostaria de agradecer por essa parceria incrível, só Deus sabe o quanto seu livro mexeu comigo, quero que saiba que pode sempre contar com a Equipe do Contos Literários.

Sinopse:

Poucos anos de vida, mas muita intensidade literária. Gabriel Cassar nos leva em uma viagem para conhecer e desfrutar de todas as histórias que deixamos passar em nosso dia a dia. O amor e o humor se completam, sendo os principais astros dos relatos do jovem autor, capaz de sofrer e fazer rir, por vezes até no mesmo texto.

As desilusões sentimentais; o mendigo e o burguês; as situações constrangedoras e engraçadas; o delicioso fardo de se ter um coração do tamanho do mundo... A boemia como combustível catalisador de uma cabeça que enxerga o romance nos mais simples detalhes. Crônicas para sorrir, chorar, refletir... Para sentir

Conheça o(a) Autor(a)

[Paloma]
Paloma Isabele

Pisciana, Estudante de Direito e Completamente apaixonada pelos livros. Uma frase que resumi toda essa loucura que chamamos de vida é "Nada é tão nosso, quanto nossos sonhos".

Veja Alguns Posts Relacionados

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Ressaca do Adeus e outras cronicas - Gabriel Cassar

Enviando Comentário Fechar :/