[Resenha - O Iluminado, de Stephen King.]

Resenha - O Iluminado, de Stephen King.

Hei leitores.

Crianças são seres diferenciados! Todos nós convivemos algum momento de nossas vidas com alguma criança. A cabeça das crianças é bastante peculiar e muitas vezes elas nos fazem questionamentos que nós nem sabemos como responder direito, não é verdade?

A perspectiva de mundo de uma criança é bastante diferente da dos adultos. Fatos que para os adultos parecem normais, podem ser estarrecedores para uma criança. Agora imagine a vivência de um mundo assombrado visto pela lado de uma criança.

Danny Torrance é um menino de cinco anos que vive com sua mãe Wendy e seu pai Jack Torrance. Danny possui alguns poderes "mediúnicos" como o de ver coisas que pessoas normais não conseguem ver, ter conhecimento de alguns fatos do futuro e ainda conseguir ouvir o pensamento das pessoas.

A família Torrance é uma família quase normal como qualquer outra. Jack e Wendy Torrance são os pais de Danny e, como todos os casais do mundo, já tiveram os seus problemas de relacionamento. A família está passando por um grave problema financeiro desde que Jack, um professor, perdeu seu último emprego devido ao seu forte temperamento.

Jack é um ex-alcoólatra e desde que parou de beber não tem lidado muito bem com as suas emoções. Certa vez perdera a cabeça com Danny e, quase sem querer, acabou quebrando o braço do garoto. Depois disso, Wendy nunca mais viu Jack com os mesmos olhos e acredita que ele ainda é uma forte ameaça para o filho.

Jack Torrance também tem o sonho de se tornar um escritor e a possibilidade de passar todo o inverno com família em um hotel lhe parece bastante promissora, resolvendo dois problemas em uma só tacada. Poderia colocar em dia os seus escritos e ainda resolveria parte do problema financeiro da família.

O Hotel Overlook é um famoso hotel que fica nas montanhas e todo ano, devido à forte nevasca do inverno, fica vários meses fechado. Não é bom para o hotel que ele fique completamente abandonado e, por isso, eles contratam um zelador para cuidar do hotel e se hospedar nele durante o inverno.

Como qualquer hotel do mundo, o Overlook também tem sua história. E nem todos os momentos foram de alegria. O Overlook guarda atrás de si vários casos casos de assassinatos e outros tipos de problemas ao longo de sua história. Além disso, assim como Danny, o Overlook também possui seus poderes.

Ficar um tempo completamente sozinho em um grande hotel pode parecer algo bom e tentador. Mas as coisas não funcionarão muito bem para Danny, com os seus dons, junto com a obscura força do Overlook e a fragilidade mental e emocional de Jack.

As coisas até começam bem. As primeiras semanas vividas no hotel parece realmente trazer paz para a família Torrance. Contudo o hotel Overlook começa a ver a potencialidade dos poderes de Danny e pretende usar o seu próprio pai para ter o garoto. A partir daí começa a luta pela vida dentro do Overlook e visão assustadora de um grande hotel assombrado visto por uma criança de cinco anos.

Eu, particularmente, não imaginava que uma história que se passa praticamente toda dentro de um hotel pudesse ser muito interessante. Mas acabei me surpreendendo bastante e hoje recomendo o livro a todo mundo que conheço.

O enredo criado por Stephen King prende o leitor de uma forma como poucos conseguem. Eu fiquei tão fascinado pelo Overlook quanto Jack Torrance. Nas partes do livro em Jack estava fazendo as suas buscas sobre a história do Hotel eu praticamente engolia as páginas.

O contexto criado sobre o hotel faz você querer saber o que vem no próximo capítulo, e no próximo, e no próximo. Um dos principais diferenciais da história é a perspectiva do mundo (e do hotel) visto da cabeça de Danny. Não é fácil para uma criança de cinco anos que não consegue descansar sua mente passar pelo que ele e sua mãe passam durante a sua estadia no Overlook.

Um dos pontos mais fortes de King é que ele consegue explorar o que há de pior dentro do ser humano. Simples fatos difíceis da vida de uma pessoa são transformados em momentos assustadoramente marcantes. Ao contar a história de Jack Torrance ele faz isso constantemente. Mostrando o que faz Jack se tornar quem ele é.

Como em quase todos os casos, a adpatação do livro para o filme não é muito boa. O enredo não é fiel e as grande quantidade de informações sobre o hotel que ficam de fora não trazem ao filme o mesmo sentido e impacto causados pelo livro. Me desculpem os produtores, mas o filme é muito ruim (e nojento).

O Iluminado é um clássico. E até hoje continua sendo umas das principais obras de Stephen King. Diferenciado, marcante, relativamente assustador. Para quem não tem o hábito de ler terror, é uma boa obra para começar. Vale cada página de leitura. Recomendo fortemente!

Conheça o(a) Autor(a)

[Rayan]
Rayan Ibiapina

Primogênito, cearense, professor, enfermeiro. Apaixonado por música, livros, jogos e todas as coisas boas que a vida traz até mim. Ou das que eu mesmo tenho de ir buscar.

Veja Alguns Posts Relacionados

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Resenha - O Iluminado, de Stephen King.

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Nayara Queiroz

Nayara Queiroz

Me senti lendo o livro ❤️. Não vejo a hora de lê-lo realmente.
★★★★★DIA 17.09.17 11h59RESPONDER
Rayan Ibiapina
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/