[Aprendendo a ser Eu]

Aprendendo a ser Eu

No final não restará maquiagem, roupas caras, beleza, e nem luxo. Se você só tratar sua cútis, assim será lembrada. Se alimentar a mente, o coração, e fazer boas ações, isso lhe marcará pra sempre.
A floresta de coisas bonitas que podemos cultivar, consiste numa imensidão de sentimentos e princípios possíveis, e entre estes, os melhores são a solidariedade, simplicidade, generosidade e amor.
Vivi anos acreditando que cuidar do corpo era essencial, e ao crescer, fui descobrindo aos poucos a magia do sentir. O tempo me trouxe a vontade de crescer como ser humano e hoje, trabalho pra que eu alcance, e possa formar raízes com pessoas, que são a minha maior curiosidade! Eu particularmente amo gente, amo histórias, ouvir o outro e tentar entende-lo! ...E durante a evolução, percebi a necessidade de alimentar a alma, na medida que ela se tornava mais importante que a "carne".
A coisa mais bonita e pura do ser humano deve ser a alma, e regá-la, cultiva-la e permitir que ela cresça, é essencial pra uma vida feliz. Quando me conheci e passei a me aceitar como sou, de cabelo cacheado, com a pele toda imperfeita, com um corpo que desobedece o que a sociedade impõe, eu passei a me sentir mais eu (e isso foi um desafio, pois os outros criticaram muito como eu deveria ser!) mas isso me fortaleceu.
Apesar de amar viver maquiada e achar que fico melhor dessa forma, eu não tenho mais problema em ter que sair sem e vivo como sou, sem medos e livre. É como se eu pudesse sentir meus poros respirarem, me dá paz.
Vivo numa constante tentativa de expressar o que penso no meu estilo de vida e espero poder passar isso aos outros.
Viver como se bem entende é um direito intransferível, então realmente viva, desmascarando os roteiros, se auto-conhecendo e se redescobrindo, esse é um dos maiores segredos pra viver bem, e em paz consigo mesmo.

Conheça o(a) Autor(a)

[Natália]
Natália Camargo

Uma série de versões em uma mesma menina-mulher, mais bem definida como uma criança que cresceu, vivendo as aventuras e desventuras do cotidiano sobre um ângulo singular.

Veja Alguns Posts Relacionados

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Aprendendo a ser Eu

Enviando Comentário Fechar :/