[A Lenda de Materyalis - As crônicas de Aliank  (Volume 1)]

A Lenda de Materyalis - As crônicas de Aliank (Volume 1)


"Você, no entanto, não morrerá apenas com a dor desta lâmina. Seu corpo queimará como a sua alma no Inferlis! E que Marilis o abençoe com os seus bartaluns- falou baixo Sarlakros, fazendo Liliel franzir o cenho."

A lenda de Materyalis é um livro extremamente rico em detalhes, digo isso pois quando iniciei a leitura me senti um pouco perdida, mas aos poucos fui me apegando e em poucos segundos acabei entendendo a história melhor.

Aliank é um reino de Hedoron, lá habita as mais diversas criaturas, que vivem também em contantes guerras ideológicas, sendo elas teryonismo, marilismo e emylismo.

Acho que vocês ficaram sem entender ne?! Mas as ideologias são:

"Teryonismo: A ideologia que prega Materyon como o deus detentor da verdade sobre os conceitos benévolos."

"Marilismo: Uma das ideologias mais temidas e diretamente avessa ao terionismo. Prega que Marilis, o deus maldito, é, na verdade, a essência à qual Materyalis covardemente renunciou."

"Emylismo: pensamento construído por Emylia, que traiu o teryonismo. Acreditavam que a divisão de Materyalis em duas criaturas foi um erro e que, mesmo com tal tentativa, Materyon e Marilis seguirão como criaturas imperfeitas."

O que vem prevalecendo entre eles é o teryonismo.

"Independentemente do conceito que tenhais sobre Materyalis, o importante é decifrarmos uma infinidade de questões. O que ele realmente era?" - Müdrentre 

 

Numa aventura fantástica acompanhamos tudo através das observações de Harcos e seu cristal Sinkrorbe, que esta sempre mostrando o futuro próximo (eu queria muito ter esse cristal, vocês não fazem idéia) 

No decorrer da história as alternativas vão mudando através das  visões e algumas observações de Harcos, esse foi um dos pontos bem fortes do livro, em algumas visões que foram descritas confesso que fiquei boba, dá forma que Saymon soube detalhar cada uma, me senti literalmente assistindo ao um filme.

No decorrer da história Harcos deve procurar aqueles que estão disposto a ajudar a encontrar Sinkra (único meio e um aterfato necessário para realização de seus propósitos) e através do Sinkrorbe ele achará esses seres.

Por meio das visões conhecemos 5 pessoas fantásticas que podem se unir e ajudar, eles são Liliel, Sarlakros, Morhariel, Hirlun e Dotter.

Então assim a aventura começa e iremos acompanhar começando com uma missão que vai capturar e eliminar a ameça à Aliank, que foi responsável por vários assassinatos.

"Uma lebre fraca não traz divertimentos a um lobo sanguinário e selvagem como eu. Você é lixo e será tratado como tal. ? Sarlakros para Rydon"

Diria que conforme no decorrer da história acabei me apegando em diversos personagens, principalmente em Liliel, fazia bastante tempo que não conhecia uma personagem tão forte e que representasse tão bem a figura feminina em um livro. Fiquei encantada com ela.

Percebi que Saymon passou muitos conhecimentos sobre religião no livro, o que acabou tornando a historia interessante e conseguiu passar também, pelo menos pra mim bastante lições para usarmos em nossa realidade.

Com as guerras e os mistérios ali narrados, acabei achando A Lenda de Materyalis parecido com Game Of Thrones, não me perguntem como cheguei a essa conclusão hehe mas achei a história muito bacana e acabei comparando com a série, um ponto positivo é que os personagens favoritos não morrem.


"Eis um pouco da história de Aliank, uma sociedade aparentemente abandonada por Materyon. Agora vocês sabem sobre a visão que foi forçada entre os teryonistas deste reino. Sinto-me mais à vontade para escrever o que o sinkrorbe me mostrar, pois ele também me traz esperança de que tudo isso um dia termine. Estou curioso para saber como serão essas revelações e espero que venham brevemente. A noite está chegando, mas a luz do sinkrorbe será tao iluminada como as estrelas no céu para elucidar nossas mentes, em busca dos escolhidos para trilhar o caminho da verdade."

 

Um personagem que achei muito arrogante e que eu queria entrar no livro e matar é o Sarlakros, não gostei dele e realmente acho que ele me fez muita raiva, pode ser que na continuação do livro ele melhore (eu espero), já Harcos e Müdrik eu gostaria de saber mais sobre eles, não sei direito, mas eu que gostaria de ver mais sobre eles, os dois me despertaram uma atenção bem grande.

Gostaria muito de bater no Saymon (desculpe me, mas você me deixou surtada com o final haha) que final foi aquele?! Sabe aqueles finais de livros que acabam na hora do suspense e na melhor parte?! O livro acaba assim, fiquei muito brava e não vejo a hora de ler a continuação.

Sobre a edição do livro, diria que foi bem elaborada, um capricho que me fez ficar fascinada, a diagramação do livro também ficou impecável, não deixou nada a desejar.

Um livro completamente bem escrito, uma história muito bem narrada, nela encontraremos mistérios, aventuras, personagens incríveis e um final de tirar o fôlego.

Saymon você soube detalhar muito bem a história e isso fez com que ela se tornasse incrível, em nenhum momento a história se tornou cansativa, pelo contrário é impossível desgrudar do livro.

Recomendo muito esse livro pra quem gosta de mistérios, um bom suspense, e se você é fã de Game Of Thrones vocês devem imediatamente conhecer A lenda de Materyalis.

Saymon muito obrigada pela parceria e pela oportunidade de conhecer seu livro, por favor acabe logo de escrever a continuação hehe, saiba também que pode contar sempre com a Equipe do Contos Literários.

Sinopse:

No princípio dos tempos, as sociedades de Hedoron acreditavam nos mandamentos dos servos de Materyalis, suposto deus criador do Universo e da vida. A lenda diz que a divindade se angustiou ao observar os atos corruptíveis das suas criaturas e atribuiu a si toda a culpa da imperfeição dos povos. Sua consciência atordoada separou sua essência em duas entidades, criadoras de ideologias extremistas que dividiram a crença das sociedades. Assim nasceu a materja, a guerra que visa a consolidação de uma verdade entre todas as raças. Avessa ao propósito da contenda milenar, surge uma sociedade secreta, que busca o único artefato capaz de desvendar o que realmente foi Materyalis e, assim, livrar os povos da dúvida que os condenou aos intermináveis confrontos. Mas, para chegar ao objetivo, é necessário usar a misteriosa aptidão de cinco indivíduos habitantes de Aliank, um reino dominado por contradições que podem apressar a ruína do mundo antes que a verdade sobre Materyalis seja revelada.

Conheça o(a) Autor(a)

[Paloma]
Paloma Isabele

Pisciana, Estudante de Direito e Completamente apaixonada pelos livros. Uma frase que resumi toda essa loucura que chamamos de vida é "Nada é tão nosso, quanto nossos sonhos".

Veja Alguns Posts Relacionados

Comentários

Olá, deixe seu comentário para A Lenda de Materyalis - As crônicas de Aliank (Volume 1)

Enviando Comentário Fechar :/